Arquivo | pontos turísticos RSS feed for this section

Outros caminhos

11 jan
Represa de Jupiá

Divisa de SP com MS, ao fundo Represa de Jupiá

Desta vez utilizamos outras estradas para chegar a Campo Grande. Saímos de Florianópolis na segunda(3/1) a tarde e paramos na casa dos pais do Silvio em São Francisco do Sul (SC). No outro dia, seguimos viagem até Salto Grande (SP) e paramos na chácara dos tios Arnaldo e Nybia. Na quinta (6/1) viemos para Campo Grande, só que desta vez passando por Marília (SP), Lins (SP) e Três Lagoas (MS).

Com menos pedágios e menos buracos, apreciamos mais a paisagem por onde passamos nesta viagem. Na divisa entre São Paulo e Mato Grosso do Sul passamos pela Represa de Jupiá, um local muito bonito que mereceu ser registrado. Ela é a 4º maior Central Hidroelétrica do Brasil e sua construção se iniciou em 1960.

Anúncios

Feira Municipal

30 ago

Pote de sobá monumental em frente à Feira Central

Um dos locais que mais frequentamos na cidade é a Feira Municipal. O ponto abriga vários restaurantes e lojas de artesanatos. Também existe um espaço para shows (gratuitos).

Tem muitos restaurantes japoneses, porque existe uma grande colônia desse povo na cidade. Há também uma forte presença da cultura nordestina, gaúcha e indígena na região. Ou seja, a cidade é uma grande miscelânea cultural.

Maravilha!!!

Museu do Índio

30 ago
Museu das Culturas, no Parque das Nações Indígenas

Museu das Culturas, no Parque das Nações Indígenas

O Museu do Índio fica localizado dentro do Parque das Nações Indígenas. Tivemos a sorte de visitar o museu no dia de feriado municipal e por isso não havia cobrança de ingresso para entrar. O custo seria de R$ 5 por pessoa.

Vale a pena conhecer!

Pôr do Sol

30 ago
Pôr do sol em Campo Grande

O pôr do sol visto do Parque das Nações Indígenas é algo muito belo

Quinta(26/8) foi aniversário de Campo Grande. Fizemos um passeio por alguns pontos turísticos da cidade. Fomos ao Parque das Nações Indígenas. Ficamos impressionados com a quantidade de pessoas visitando o local.

Alguns jogavam bola, outros bumerangue, outros caminhavam, outros descasavam em redes e outros como nós admiravam o pôr do Sol.