Archive | agosto, 2010

Feira Municipal

30 ago

Pote de sobá monumental em frente à Feira Central

Um dos locais que mais frequentamos na cidade é a Feira Municipal. O ponto abriga vários restaurantes e lojas de artesanatos. Também existe um espaço para shows (gratuitos).

Tem muitos restaurantes japoneses, porque existe uma grande colônia desse povo na cidade. Há também uma forte presença da cultura nordestina, gaúcha e indígena na região. Ou seja, a cidade é uma grande miscelânea cultural.

Maravilha!!!

Museu do Índio

30 ago
Museu das Culturas, no Parque das Nações Indígenas

Museu das Culturas, no Parque das Nações Indígenas

O Museu do Índio fica localizado dentro do Parque das Nações Indígenas. Tivemos a sorte de visitar o museu no dia de feriado municipal e por isso não havia cobrança de ingresso para entrar. O custo seria de R$ 5 por pessoa.

Vale a pena conhecer!

Pôr do Sol

30 ago
Pôr do sol em Campo Grande

O pôr do sol visto do Parque das Nações Indígenas é algo muito belo

Quinta(26/8) foi aniversário de Campo Grande. Fizemos um passeio por alguns pontos turísticos da cidade. Fomos ao Parque das Nações Indígenas. Ficamos impressionados com a quantidade de pessoas visitando o local.

Alguns jogavam bola, outros bumerangue, outros caminhavam, outros descasavam em redes e outros como nós admiravam o pôr do Sol.

A todo vapor

30 ago

Logo após a cerimônia fomos procurar um novo local para nos instalar.

Mudamos para o Athenas Apart Hotel. O local fica a 9km da universidade. Como as avenidas são grandes e largas o trânsito flui bem tranquilo. O apartamento possui um quarto, banheiro e uma pequena cozinha com frigobar, armário e fogão, onde podemos fazer nossas refeições.

Enquanto Silvio estava na universidade, eu corri para as imobiliárias em busca de uma casa na cidade.

Primeiro dia

29 ago

Alguns dos professores empossados com reitora da UFMS no canto inferior direito

Chegamos em Campo Grande no domingo(22/8) às 19h(horário local, 20h horário de Brasília).

Fomos direto para a Pousada que havíamos reservado por telefone. Apesar de não termos gostado do ambiente, não aguentamos procurar outro local. Jantamos e dormimos em seguida, afinal o grande dia estava perto.

Acordamos cedo na segunda(23/8) e fomos direto para Reitoria da UFMS, local onde o Silvio tomou posse. No mesmo dia ele começou a dá aula no Curso de Jornalismo da universidade.

A travessia

28 ago
Ana e Silvio na divida entre SP e MS, com o Rio Paraná ao fundo

Divisa SP/MS com o Rio Paraná ao fundo

Quando atravessamos a Ponte que divide São Paulo e Mato Grosso do Sul nos surpreendemos. O Rio Paraná, que separa os dois estados é muito lindo. Tínhamos a impressão de estar passando pelo mar, de tão grande e com águas tão cristalinas. Paramos na divisa e fizemos algumas fotos para registrar aquele momento. Foi muito emocionante imaginar o que seria de nossas vidas quando ultrapassássemos aquela placa.

Logo após a travessia da Ponte nos deparamos com um restaurante bem legal, o Maçarico. Comemos tilápia com pirão de pintado, os dois são peixes de rio, típicos da região. Depois, deitados em redes do restaurante, descansamos numa sombra fresca por 15 minutos.

Delícia……

De volta a estrada

28 ago

Acordamos cedo, tomamos banho e saímos da chácara às 8 horas. Resolvemos tomar café da manhã na estrada, assim não haveria perigo de não resistir as tentações da inauguração da nova churrasqueira argentina do tio Arnaldo.

O próximo encontro já está marcado para acontecer na nova casa em Campo Grande.

Será regado com muito tererê, bebida típica da região.

Agora só nos resta contar os dias.

1,2,3,4,5,6……